Trabalho de Limpeza em Vórtex

PUBLICADO EM: POR: Argam

Ao começar minha concentração na meditação aqui em casa, após cantar uns mantras e me visualizar no parque PL com a equipe, escuto um mentor me pedindo para reforçar minha barreira de proteção. Eu faço isto e depois sou informado de que iríamos à uma zona ajudar em um resgate.

Quando chegamos no lugar de repente eu me vejo usando vestes que me lembram as vestes usadas por sacerdotes, diferente de como estava antes, era até parecido com aquelas vestes que as vezes vemos em filmes, usando um cajado, que pareciam fazer parte de um nível meu.

O lugar é um imenso vale creio que na quarta dimensão, rodeado de montanhas que parecem cânions e eu fico alojado na borda de um destes cânions. Posso ver tudo. São à primeira vista milhares de pessoas lá em baixo, elas estão em situação precária, parece até ser um grande acampamento de refugiados, mas a diferença é que elas estão mantidas ali à força pois há inúmeros seres escuros vestidos como soldados, e todos eles armados até os dentes e preparados para uma guerra. Eles gritam e ameaçam não só à nós que estamos ali quanto ameaçam retaliar as pessoas que mantém ali de refém.

Nós somos muitos. Vejo uma quantidade imensa de guardiões e mentores. Estamos todos rodeando esse grande acampamento, e eu sinto que o meu papel ali é de suporte, doar energia e ajudar com minha força mental na projeção de barreias ou algo do tipo.

Quando a ação começa vejo muitos dos soldados das sombras partirem para cima dos guardiões, e eles acreditam que de fato aquilo é uma guerra e que os guardiões vão usar da mesma selvageria de ataque, porém o que acontece é pura defesa projetada de luz, vejo lances como de espadas e escudos mas da parte dos guardiões tudo aquilo é um esforço para conter as energias projetas pelos sombras.

Nesse instante em que a batalha acontece vejo que alguns vêm em minha direção para me atacar, mas com cajado em minha mão esquerda eu projeto uma barreira de proteção e vejo que eles batem nela e inutilmente tentam entrar. E então eu me vejo gritando mentalmente para a equipe, dizendo que eles estão com medo, a maioria dos soldados das sombras estão atacando não por maldade mas por medo, e que apenas uns poucos realmente não iriam ceder à Luz é que deveriam ser contidos.

Projetamos então como se fosse uma grande bola de luz, parecida com um sol artificial, e me vejo chamando e invocando uma energia de amor de Mãe Maria para inundar aquele ambiente e levar a misericórdia divina à todos aqueles que desejassem ela. Muitos ficam paralisados, e uns poucos que realmente não queriam se render à luz vendo que seus parceiros não iriam continuar a luta tentam fugir por saber que estava tudo perdido.

Vejo que grandes naves no formado de disco começam a chegar ao local, e fazem a remoção das pessoas ali. Elas são elevadas às naves por uma luz que sai da parte inferior.

Depois que as pessoas foram levadas, eu começo a questionar qual o propósito daquele trabalho, pois sentia que havia algo alem do resgate. Me informaram que aquele local era um ponto de encontro energético das linhas Ley, e que os mestres escuros mantém alguns desses vórtex na maioria das vezes cheios de gente aprisionadas para usar a energia negativa delas para tentar desarmonizar a grade energética da terra. Grande parte desses vortex ainda são usados pela cabala na sua resistência aos avanços da luz, e em alguns deles há até grandes bases no nível físico.

Depois disto vejo que começamos a trabalhar na instalação de algo que aprecia uma pirâmide que vai servir para balancear e rearmonizar aquele vórtex.

Tem muita energia densa e formas pensamentos no local (ali é bastante escuro e totalmente coberto por nuvens de tempestade). Então nós começamos a projetar nossa energia na pirâmide para que ela se ative e absorva as energias densas que ali estão e as transmute. Eu começo a projetar energia violeta e peço à fonte que carregue meus corpos com essa energia para ajudar a projetar sob a pirâmide.