Multidimensões e frequências

PUBLICADO EM: POR: Michaela

Observando a fumaça do incenso, percebo que nos níveis mais baixos ela parece ser uma única linha, coesa, uniforme, mas à medida que vai subindo de níveis, esta linha se alarga, se transformando em várias linhas que sobem espiraladas umas nas outras.

Nas dimensões mais altas, a fumaça já não obedece uma forma definida, na verdade, ela é muitas formas e forma nenhuma ao mesmo tempo, até se fundir completamente com o ar/ambiente/espaço ao qual ocupa.

A fumaça e os elementais Silfos nos mostram exatamente como nós existimos no nosso Multiverso, nos mostram que estamos na verdade existindo em muitos espaços simultaneamente, em muitas dimensões. Os limites entre uma dimensão e outra não estão "certos", definidos. Nós nos dobramos e os limites se dobram. Nós "escorregamos" para uma e para outra dimensão, sem nos preocupar em "pertencer" ou "estar" em uma dimensão definida.

O fato de estar encarnados em um corpo físico de 3ª dimensão não faz a menor diferença, o que realmente conta é o estado da consciência ao qual a pessoa se encontra. Então, se uma pessoa está em um estado elevado de consciência, ela está puxando suficiente luz para dentro de suas células e de sua glândula pineal para que a sua consciência inicie uma jornada através das muitas dimensões. A cada dimensão que se sobre, a percepção é exatamente como a da fumaça do incenso: primeiro tudo parece ser uma única linha unida, depois percebe-se que não existe somente 1 linha, mas várias linhas paralelas que sobem espiraladas, tocando-se aqui e ali em certos pontos de conjunção, como uma fita de DNA. Finalmente, nas esferas mais superiores, nos damos conta de que não existem linhas: as linhas se dissolvem e nós nos tornamos as próprias linhas, unidos ao TODO e ao UM.

Os elementais do Ar nos ensinam que para passar de uma a outra dimensão é preciso "balançar" como a fumaça. Este "balançar" de energia dentro do seu corpo desacopla espírito e corpo, causando uma sensação de embriaguez. Esta sensação de embriaguez nos desintoniza de uma realidade e nos permite perceber/sintonizar em outras que estão existindo simultaneamente onde você está no tempo do AGORA.

Como as noções de tempo e espaço não existem, tudo existe simultaneamente no mesmo espaço em que você está AGORA, e tudo existe no momento do AGORA: todas as suas experiências, o conjunto de encarnações e momentos que você passou estão AGORA aí, exatamente onde você está lendo esta mensagem. Basta se sintonizar na frequência do tempo AGORA para acessá-las.