As nossas habilidades e a nossa missão

PUBLICADO EM: POR: Michaela

As nossas habilidades têm a ver com quem nós somos, a nossa história cósmica até aqui neste agora e está profundamente ligada à nossa missão, com o que viemos fazer aqui.

Quando digo que as nossas habilidades têm a ver com a nossa história cósmica, quero dizer profunda e enraizadamente, já que viemos "praticando" e exercendo as nossas habilidades ao longo de muitas encarnações em outros orbes antes de vir até aqui. Foram as nossas habilidades específicas que nos "capacitaram" para contribuir com este projeto de ascensão planetário, e como e por que nos voluntariamos para estar aqui neste momento.

Você passou muito "tempo" exercendo esta habilidade, e se tornou expert neste quesito. A sua habilidade se tornou intrínseca a você, se tornou parte de quem você é, parte da sua essência. Como o mundo de Maya Gaia possui uma alta densidade e ao encarnar aqui esquecemos de quem somos e de toda a nossa história nas dimensões superiores, a única coisa que poderíamos trazer para cá, que ficaria conosco não importando a situação é quem nós somos.

Este é o motivo de estarmos passando por todas estas limpezas sucessivas, e de Gaia estar sendo irradiada constantemente com energias de alta frequência: nós estamos removendo todas as camadas de quem nós aprendemos ser para conseguir enxergar quem nós somos. À medida que a luz entra, ela ilumina partes que estavam obscurecidas e que por causa disto não conseguíamos enxergar com clareza, perceber o que estávamos fazendo. Porém quando iluminamos estas partes, conseguimos tomar decisões melhores para nós mesmos. Antes da limpeza, poderia acontecer que uma coisa que nos traz grande prazer em fazer venha com muito esforço e dificuldade. Isto acontece porque nós guardávamos em nossos corpos informações que não eram boas para nós. À medida que removemos estas informações em forma de energia e as substituimos pelas informações originais (as informações de fábrica *risos*) podemos perceber que tudo flui com mais facilidade.

As nossas habilidades são tudo o que somos "bons em fazer", tudo que flui de nós, com facilidade, com alegria, tudo que é divertido. Assim também é a nossa missão planetária: o nosso ponto de equilíbrio está aonde estamos alinhados à nossa missão. E neste alinhamento, estamos plenos e brilhamos, sem fazer esforço, pois estamos sendo quem realmente somos. À medida que as limpezas progridem, ficará cada vez mais difícil estar fora de nosso alinhamento, fora de nossa missão. As energias nos "empurrarão" naturalmente para o nosso ponto de equilíbrio, e sentiremos uma sensação de "fazer muito esforço" para nos mantermos fora de equilíbrio.

Descobrir as suas habilidades e a sua missão é olhar para dentro de si mesmo e enxergar o que você faz de melhor, sem olhar os outros, sem comparações, muito pelo contrário: é um um caminhar, o que quer dizer que não é algo que virá pronto para você ou que você irá descobrir "da noite para o dia", e sobre tudo é um processo para nos divertirmos fazendo. Você irá descobrir que há muitas coisas legais que pode fazer para ajudar outros trabalhadores da luz e Gaia, e também irá se (re)descobrir, o seu jeito, sua essência, sua energia. É um caminho emocionante para se trilhar!

Há um tempo atrás (não muito tempo) eu descobri que era canalizadora de energias. Isto quer dizer que eu canalizo energias de outras dimensões, usando meu próprio corpo como portal para que estas energias fluam de outras dimensões através de mim para a Matriz 3D de Gaia. Eu descobri que fazia isto quando comecei a acessar estas outras dimensões.

Os meus guias me ajudaram nesta (re)descoberta de mim mesma. Eles me mostravam sinais ao longo do meu dia. Era como uma caça ao tesouro e eu tinha que desvendar a mim mesma e o que eles estavam tentando me mostrar. Com a ajuda deles, eu entrei em contato com meu Eu Superior, e com a ajuda Dela eu passei a visitar outras dimensões. Tudo isto aconteceu a partir de 2013, após uma grande ruptura em minha vida. Quando esta ruptura aconteceu, eu pude reavaliar tudo que eu havia vivido até então, lembrei de quando eu era criança e de como eram mágicas as minhas visões e senti saudades. Eu nunca mais havia tido aquelas visões bonitas desde o fim da minha infância. Naquela época, eu tinha a certeza de que a minha vida estaria sempre ligada à espiritualidade. Eu tinha certeza de muitas coisas naquela época. À medida que o tempo foi passando, estas certezas, a magia e as visões foram deixando de fazer parte da minha vida. Naquele momento, após aquela ruptura, eu prometi doar a minha vida à espiritualidade. Rezei com tanta intenção e de todo meu coração, que no dia seguinte mesmo coisas inacreditáveis passaram a acontecer no meu dia a dia, e estas coisas continuam acontecendo até hoje.

Uma vez me pediram para contar em um grupo de whatsapp como havia sido o meu despertar, e foi bem assim: todas estas coisas começaram a acontecer na minha vida depois que eu me coloquei verdadeiramente à serviço das hierarquias de luz e de Gaia. Eu queria fazer a diferença, não queria chegar ao final da minha vida, olhar para trás e ver que eu havia vivido uma vida plena, porém sem a espiritualidade fazendo parte dela. Por muito tempo eu vivi uma vida normal: tinha uma casa, um relacionamento, um emprego, amigos, nada fora do normal. Mas desde que eu fiz aquele juramento naquele dia, coisas fora do normal passaram a acontecer: eu conhecia pessoas e encontrava textos que sempre me ajudavam e sempre eram exatamente o que eu precisava naquele momento. Encontrei blogs que falavam sobre trabalhadores da luz. Eu não fazia idéia do que poderia ser aquilo, mas os textos me envolviam, e eu continuava lendo. Um dia, encontrei um texto que dizia que os trabalhadores da luz não eram pessoas que haviam sido escolhidas, mas sim pessoas que escolheram trilhar aquele caminho. Eu não sabia se eu era um deles, mas naquele momento eu quis ser, quis fazer parte, então eu acreditei que eu era e pedi para ser guiada neste caminho.

Uma coisa levou à outra e tudo passou a acontecer muito rápido! Mais rupturas aconteceram e muitas vezes o caminho não foi fácil, mas eu realmente queria muito estar a serviço de Gaia e a amava do fundo de minha alma. Isto me manteve no caminho até aqui.

Quando comecei a perceber que eu podia abrir portais com o meu corpo e passar por eles, a primeira coisa que me perguntei foi: será que eu posso levar pessoas comigo? Será que eu posso mostrar para outras pessoas o que eu estou vendo? Esta pergunta foi respondida de uma forma diferente da que eu imaginava: ao invés de levar pessoas para o outro lado, eu passei a trazer energias e Seres para o lado de cá. Eu fazia (faço) isto unindo-me em essência à eles. É assim também que eu recebo as mensagens tanto do meu Eu Superior, quanto dos demais Seres que entram em contato comigo: eu não tenho a habilidade de canalizar propriamente dito, eu não posso (não até o momento, que eu saiba) doar momentaneamente o meu corpo para outro Ser falar em meu lugar, mas eu posso cruzar para outras dimensões e me unir a eles e assim posso permitir que nós falemos juntos. Grande parte da graça em descobrir as suas habilidades é inventar formas criativas de fazer coisas que a princípio você não poderia fazer! *risos* É assim com todas as habilidades: a gente se adapta para realizar coisas da maneira como podemos, da nossa maneira, com as nossas capacidades!

Logo depois, os meus mentores me mostraram o que mais eu poderia fazer usando a minha habilidade de abrir portais: eles me guiaram para cursos de cura com as mãos! Agora sim eu estava me sentindo completa! Eu queria tanto trabalhar ajudando os outros, e esta possibilidade me foi dada.

Desejo que a minha história ajude outras pessoas em seus caminhares, assim como muitas me ajudaram e me ajudam no meu.
Namastê _/!\_

Posts Relacionados:
Comentários:
Letícia [ email ]
Comentado em: 27/05/2017
OBRIGADA!
Fernanda Coelho de Andrade [ email ]
Comentado em: 29/05/2017
Eu estou nesta busca e descoberta. Tbem tenho tido respostas por mensagens. Este texto como outros vieram até a mim para contribuir e confirmar tudo de maravilhoso q tem acontecido. Vou continuar no meu caminho de evolução espiritual buscando sempre iluminação. Obrigada pelo testemunho.
LUCIANA LUCI ALVES SIQUEIRA [ email ]
Comentado em: 13/07/2017
Oi Cíntia, como podemos acessar essas outras dimensões? Nos comunicar com nosso eu superior e guias espirituais. Mentalizo, tento meditar mas nem sei como fazer isso direito. Eu estou muito sem motivação até mesmo pra sair da cama. Eu não me identifico com nada é ninguém, gosto apenas da natureza, principalmente os animais mas não gosto muito de interagir com pessoas, são tão desinteressantes, superficiais. Já pedi tanto aos amigos da espiritualidade pra me ajudarem a conhecer pessoas, lugares, enfim coisas que me levem pra um caminho de vida verdadeiro mas não tenho nenhuma resposta. Me sinto sozinha, é como se tivessem me abandonado!! Tudo é um tormento, trabalho, tarefas de casa, não consigo fazer nada, estou bloqueada, o antidepressivo me ajudou muito mas não faz milagre, queria tanto ser feliz!!! Desculpe o desabafo, mas os textos que escreve são muito interessantes e é como se eu já soubesse disso tudo mas me foi apagado da memória, desejo recuperar essas memórias e ter um contato com meus guias mas acho que eles não querem ou não podem.