Esvazie-se e torne-se o vento

PUBLICADO EM: POR: Michaela

Tipo de video: Anime
Nome: Avatar - A Lenda de Korra
Temporada: 3 (Livro 3 - Mudança)
Episódio: 12

Esta passagem do anime é breve, porém expressa com muita clareza o processo de saída da Matrix holográfica para retornar para casa, para o nosso espaço do não-tempo em que somos UM com todos os nossos Eus.

No desenho, o personagem está meditando sobre as palavras do Mestre Guru Lahima e tenta interpretá-las. Ele tem um medalhão com a imagem do Mestre em suas mãos, que mostra o Mestre tornando-se o vento. Mas o que isto quer dizer em termos multidimensionais?

A fisicalidade não existe, o mundo físico foi criado como uma forma de interagirmos uns com os outros e com o nosso meio de uma forma unidimensional, isto quer dizer: temporalmente linear e experimentando uma escolha por vez. Neste exato momento, o seu Você está vivendo diferentes escolhas em outras linhas paralelas dentro da Matriz. Todos estes Eus paralelos são parte de você, e portanto estão acessíveis a você. Como do ponto de vista de fora da Matriz todos os tempos estão ocorrendo ao mesmo tempo, isto inclui também o acesso a todos os seus Eus de vidas passadas, que da perspectiva do não-tempo do AGORA são todos Eus paralelos também.

Nas palavras do Mestre Guru Lahima (desenho):

"Deixe de lado seus apegos materiais."

Os seus apegos materiais, quaisquer que estes sejam (emoções de baixa frequência, vícios, o sentimento de posse de todo tipo) são informações que estão gravadas nos seus corpos e chackras. Tudo que carregamos em nossos corpos, em termos de lembranças e energias, nos compõem, compõem o nosso Ser. O conjunto de tudo que sentimos e pensamos definem a nossa frequência atual. E é aí, nesta frase, que está o segredo para deixar elevar a nossa frequência.

Existe um estado de Ser que simplesmente é, e está em paz não importando o que aconteça ou o estado em que você se encontre naquele momento. Pois para deixar ir nossos apegos materiais não necessariamente temos que te-los apagado de nossas memórias celulares, ou apagado todas as nossas energias de carma e de ancestralidade. Não precisamos ser Mestres Ascendidos ou perfeitos para acessarmos o não-tempo do AGORA e nos unirmos com os nossos outros Eus, simplesmente precisamos amar plenamente quem somos no momento do AGORA e sentir este amor e aceitação por tudo e por todos ao nosso redor. A sua frequencia não é a soma de todas as frequencias dos seus corpos, a não ser que você esteja acessando constantemente estas informações e trazendo para o seu corpo emocional e mental e manifestando estas vibrações em sua aura. Você pode escolher simplesmente ignorar todas estas informações que você carrega com você e escolher sentir-se bem e esvaziar sua mente. Fazendo isto, você irá limpar a sua aura (campo energético) de energias densas e irá preenchê-la com energias de alta vibração. Quando uma energia vier a tona, lide com ela, perdoando e liberando sem se apegar, sem demora e siga em frente. Assim nos desapegamos das informações que fazem baixar a nossa frequencia.

"Entre no vazio."

Há um lugar dentro de você, em que o seu Mental não existe. Este lugar na verdade é uma frequência. Neste estado de Ser, não há pensamentos. Aliás, você nem consegue sentir a sua Mente nele. Tudo que você consegue sentir é o seu corpo e as sensações anímicas que vêm dele. Agora, atenção, pois ao acessar este espaço interior, pode ser que você acesse informações que estão gravadas em seu corpo mais externo e que você tenha que lidar com elas. Se vierem registros de sensações ou energias densas, trabalhe com elas e deixe-as ir. Silencie o seu corpo. Todas as demais sensações que vierem depois serão as sensações que emergirão de dentro para fora, como bolhas de energia vindo até a superfície. Eventualmente, em um dado momento, haverá o silêncio aí. E depois do silêncio, haverá o que vem depois do silêncio, que é você e seus outros Eus.

"Esvazie-se e torne-se o vento."

Ao permitir que o que está no vazio flutue para fora, você terá recalibrado o seu foco de gravar informações de fora para dentro para receber as informações que vêm de dentro para fora. Há uma grande quebra de paradigmas aí, um troca de polaridades que faz com que você passe a perceber-se e ao mundo de uma forma diferente. Ao esvaziar-se e permitir que a sua energia vital flua para fora, como um oceano de luz, emergindo para todos os lados, você percebe-se não mais como o seu corpo físico, mas como a energia que você é e uma coisa incrível acontece: sem os limites do seu corpo para separar o que é você e o que está fora de você, você passa a sentir tudo. Você passa a sentir a aura das plantas ao seu redor, passa a sentir os mentores e espíritos ao seu redor, passa a senti-los como se você estivesse fundida com eles. E passa a sentir, ver e se comunicar com todos os Seres que estão te acessando de dentro e fora de Gaia, pois permite que eles saiam para fora.